Entrada 2016/2017 Atividades Projetos Projetos 2013/2014

 

 

 

Projetos 2013/2014

 

 

   

Projeto “Barco a Vapor”

O Projeto “Barco a Vapor” foi desenvolvido pelos alunos do 12º Ano do Curso Profissional de Técnico de Frio e Climatização. O tema enquadra-se nos conteúdos da disciplina Tecnologia e Processos “Máquinas Térmicas”, tendo como responsável pela disciplina a professora Ana Caldes. Foi feita interdisciplinaridade com a disciplina de Física e Química e Organização Industrial, contando com a participação da professora Ana Padilha e da professora Rosa Trindade.

Já de à muito se sabe que a troca térmica entre a água e uma fonte de calor, gera o vapor de água, que por sua vez pode ser convertido em trabalho mecânico. Hoje em dia esse princípio de transformação de calor em movimento continua a ser utilizado pelo ser humano em determinados setores, como por exemplo na geração de energia elétrica e nos transportes.

O projeto “Barco a Vapor” é um exemplo de uma máquina térmica e, funciona devido ao calor da chama de uma vela. A vela, acesa, transfere calor para o tubo de alumínio e por sua vez aquece as gotas de água que se encontram no seu interior, essas gotas vaporizam-se e expandem-se, fazendo com que o barco se mova. Depois disso, a água arrefece e volta ao estado de condensação, repetindo-se o processo. Os alunos da turma do 12º I apresentaram o projeto à comunidade escolar no dia 26 de Novembro de 2013, apresentando a explicação de alguns conceitos importantes para a compreensão do funcionamento do barco a vapor, tais como, o que é uma máquina térmica?, O que é o vapor?, Como se gera o vapor?, Como funciona o barco a vapor?, de seguida foi construído com cada grupo de visitantes um barco a vapor, que foi testado na piscina que se encontrava na sala para o efeito.

Os alunos adoraram a experiência e voltariam a realizar o projeto. Como responsáveis consideramos que foi uma oportunidade dos alunos apresentarem à comunidade escolar o trabalho realizado por estes durante as aulas, e é de realçar a importância deste tipo de projetos, porque foi possível explorar conceitos de interesse de uma forma engraçada e descontraída.